Venom: Tempo de Carnificina será uma história de amor, diz diretor

Tiago Minervino  - 10 de setembro 2021 ás 11h00

Venom: Tempo de Carnificina, segundo filme do simbionte produzido pela Sony Pictures em parceria com a Marvel, será uma “história de amor”, segundo revelou o diretor do longa, Andy Serkis (via ComicBook).

Apesar de classificar o longa como uma “história de amor” que vai focar na relação entre Venom e Eddie, o cineasta destaca que não se trata do tipo de história de amor que o público geralmente espera. Segundo ele, será algo mais a ver com “a relação entre simbionte e hospedeiro”.

“Qualquer caso de amor tem seus problemas, seus auges e suas quedas. A relação entre Venom e Eddie absolutamente tem seus problemas e estresse, e eles quase se odeiam. Entretanto, os dois precisam estar conectados um com o outro. Eles não vivem um sem o outro. Esse tipo de companheirismo, amor, é o que forma relacionamentos”, completou.

Estrelado por Tom Hardy, Venom: Tempo de Carnificina teve sua data de estreia antecipada. Recentemente, o longa ganhou várias imagens inéditas que destacam Eddie Brock e Shriek (Naomie Harris).

Além disso, a produção trará Hardy como um dos responsáveis pela criação do roteiro dessa sequência da história do simbionte. Por fim, vídeos de duas estátuas expostas em alguns pontos de cinemas da China foram compartilhadas nas redes sociais e expuseram melhor o visual do Venom e do Carnificina.

Além de Tom Hardy no papel do anti-herói, a atriz Michelle Williams interpretará Anne, e o ator Woody Harrelson será o vilão Cletus Kasady — o Carnificina. A direção ficará por conta de Andy Serkis.