Tom Hiddleston fala sobre Loki ser gênero fluido na série

Tiago Minervino  - 16 de junho 2021 ás 14h31

Um dos personagens de maior destaque do Universo Cinematográfico Marvel na atualidade, Loki ganhou uma série homônima no Disney+, na qual novos detalhes da vida do anti-herói foram reveladas, a exemplo dele ser gênero fluído. Agora, o intérprete do irmão adotivo de Thor, Tom Hiddleston, disse saber desse fato desde que assumiu o papel.

Em entrevista à Reuters, Tom Hiddleston disse que está “muito satisfeito” em poder incorporar essa parte da identidade do Deus da Trapaça, e que a fluidez de gênero de Loki “sempre esteve presente” nas histórias em quadrinhos da Marvel.

“Loki, como personagem, tem uma identidade tão ampla e abrangente. Ele sempre foi um personagem que você nunca poderia definir, e eu fiquei muito satisfeito por podermos tocar nesse detalhe na série”, contou o ator.

O fato de o Deus da Trapaça ser gênero fluído foi revelado após a Marvel liberar um teaser da série pouco antes da estreia, em que é possível ver no arquivo de Loki na Autoridade de Tempo Variante (AVT), após ele ter sido preso pela organização, que na parte de “sexo”, consta a marcação de que o personagem é “fluído”. Confira:

Gênero fluído é uma identidade de gênero não-binária caracterizada pela identificação com os gêneros masculino e feminino de forma inconstante, flutuando entre o ser homem ou mulher.

Nas HQs, Loki chegou a passar uma parte de sua vida vivendo como se fosse uma mulher, sob a alcunha de Lady Loki.

Ao Insider, Kate Herron, diretora da série do Disney+, disse acreditar que é importante falar sobre a fluidez de gênero do personagem.

“Eu diria que os detalhes estão inseridos na história, mas é algo que reconhecemos. Ele tem gênero fluido na mitologia nórdica e nos quadrinhos, então sentimos que era importante de abordar, como dizem, ser parte do cânone”, declarou Herron.

Loki estreou no último dia 9 de junho e novos episódios são liberados no streaming do Disney+ todas as quartas-feiras.

Tags