The Boys: 8 curiosidades sobre a série que virou fenômeno

Tiago Minervino  - 12 de maio 2021 ás 16h00

Uma das séries de maior sucesso de público e de comentários na atualidade, o carro-chefe da plataforma de streaming Amazon Prime, The Boys, se tornou um reflexo do mundo real. Ao abordar o lado violento e corrupto dos super-heróis.

A série é inspirada nos quadrinhos de Garth Ennis e Darick Robertson e tem como showrunner Eric Kripke. A trama retrata uma sociedade onde os indivíduos superpoderosos são reconhecidos como heróis pela população, entretanto, eles pertencem à poderosa corporação Vought International, que comercializa essas personalidades e monetiza suas habilidades.

A obra se distancia das produções da Marvel e da DC Comics ao abordar temas atuais e relevantes. Com história intrigante e personagens inesquecíveis, a série conquistou o público ao redor do mundo e até conta uma coleção de camisetas na Piticas!

Se você também é fã, confira nossa lista com 8 curiosidades sobre a produção:

Fonte: Divulgação

The Boys é uma sátira do universo heroico

Quando no começo do texto é destacado que a obra da Amazon Prime se difere e se distancia de outras sobre o universo dos super-heróis produzidas por gigantes como DC Comics e Marvel, não é brincadeira. The Boys mostra o lado sombrio dos superpoderosos e se destaca como uma sátira dos personagens fantásticos mais famosos dos quadrinhos.

Egocêntricos e egoístas, os Supers são tão humanos quanto qualquer pessoa real e nem um pouco parecido com a perfeição de clássicos como Superman e Mulher-Maravilha, focados em salvar os humanos.

HQs já foram publicadas pela DC… que se incomodou

As seis primeiras edições das HQs de The Boys foram lançadas pela DC Comics, através de sua linha Wildstorm. No entanto, a empresa ficou incomodada com o tom da história e cancelou a produção.

Felizmente, os criadores entraram em um acordo amigável com a editora e conseguiram continuar a história dos Supers através da Dynamite Entertainment.

Fonte: Divulgação

Demora para a produção do live-action

Em 2008, a Columbia Pictures adquiriu os direitos para uma adaptação cinematográfica de The Boys. Entretanto, o projeto ficou engavetado e, em 2012, foi cancelado pelo estúdio. Até que em 2019 a história foi produzida pela Amazon.

Troca de personagens

Nas HQs, o responsável por uma das cenas mais polêmicas, a do estupro, foi Black Noir. Na série, porém, o Capitão Pátria é acusado de ter violentado sexualmente Becca, esposa de Billy Butcher.

Forcinha…

Na série, os heróis fazem uso de um composto para aumentar sua força.

Ajudinha para não superaquecer

O traje utilizado pelo Capitão Pátria é preso a um sistema de resfriamento para evitar um sobreaquecimento. Em entrevista, Antony Starr, o intérprete do personagem, disse que o “jeitinho” encontrado “é muito funcional”. “Mas a bateria tem um motor barulhento, então temos que tirá-la quando estamos filmando”, completou.

Linguagem própria

A atriz Karen Fukuhara precisou trabalhar com um especialista em linguagem de sinais para criar, especialmente para a série, a forma de conversação entre a personagem Kimiko e seu irmão irmão.

Profundo

O personagem foi inspirado no Aquaman, da DC Comics. Tal qual o Rei dos Sete Mares, ele possui a habilidade de respirar debaixo da água, além de ter a capacidade de conversar mentalmente com animais aquáticos.

Fonte: Divulgação

The Boys está disponível na Amazon Prime. A terceira temporada da série está prevista para 2022.