Sega volta atrás sobre NFTs em seus games: “Devemos considerar com calma”

Fernando Giovanetti  - 11 de janeiro 2022 ás 17h36

Após acenar positivamente para a utilização das NFTs  em seus games em abril de 2021, a desenvolvedora Sega decidiu voltar atrás para “repensar” a utilização da nova tecnologia. A decisão foi motivada pela reação negativa de diversos jogadores.

“Se for percebido como simplesmente uma maneira simples de ganhar dinheiro, eu gostaria de decidir por não seguir em frente (…) Devemos considerar com calma muitas coisas sobre como podemos, por exemplo, mitigar os elementos negativos, quanto conseguimos introduzir dentro das regulamentações japonesas, e o que será aceito ou não por usuários”, disse Haruko Satomi, CEO da empresa (via VGC).

O executivo ainda destacou que a decisão não é definitiva, e que a companhia vem estudando uma forma adequada de viabilizar as NFTs nos jogos:

“Em termos de NFT, gostaríamos de realizar diversos experimentos, e já começamos uma série de estudos e considerações, mas nada está decidido por enquanto em relação a mecânicas P2E (play-to-earn, ou’jogue-para-ganhar’, um conceito que inclui maneiras de jogadores ganharem dinheiro real com tarefas virtuais em games)”

concluiu o executivo.

Vale lembrar que a Ubisoft, Konami, Square Enix e até a Epic Games já demonstraram interesse em utilizar as NTFs em seus jogos ou plataformas, enquanto isso a GSC Game World (Stalker 2: Heart of Chernobyl), juntamente com a Sega, puxam a fila das empresas que estão repensando a decisão.

Para quem não sabe o que são as NFTs, confira o artigo do Pitinews sobre Blockchain, Criptomoedas, Tokens não Fungíveis, Fã Tokens e games Play to Earn.