Robin se assume bissexual em nova HQ e DC celebra: ‘O ícone LGBT+ que sempre foi’

Tiago Minervino  - 12 de agosto 2021 ás 14h00

A nova edição da história em quadrinho Batman: Urban Legends #6, abordou de forma aberta a sexualidade de Tim Drake, um dos personagens que usa o uniforme do Robin, nas HQs da DC Comics, que se assume bissexual e demonstra interesse afetivo por Bernard Dowd. Posteriormente, a editora celebrou a confirmação e chamou Robin de “ícone LGBT+”.

No capítulo Sum of Our Parts (Soma de Nossas Partes, em tradução livre), escrita por Meghan Fitzmartin e com artes de Belén Ortega, traz Robin falando abertamente sobre ser bissexual.

Na história, Robin resgata Bernard das garras dos Monstros do Caos e, posteriormente, Tim Drake aceita sair em um encontro com Bernard. O desenrolar desse date terá continuação em Batman: Urban Legends #10, com previsão de lançamento para dezembro.

Com a repercussão positiva da confirmação da bissexualidade de Robin, a DC Comic se manifestou por meio de seu blog, e citou a dificuldade em retratar personagens LGBT+ nas HQs devido à desinformação dos pais e ao preconceito da sociedade em relação ao tema.

A ideia de expressar seu verdadeiro eu através de uma fantasia colorida que esconde sua identidade do mundo já foi considerada uma coisa escandalosa por uma nação sabidamente homofóbica. Enquanto jovens LGBT+ estavam encontrando um pedaço de si mesmos em personagens como Robin, juízes, psicólogos e até as próprias editoras, alarmadas por uma cultura que se volta contra elas, fizeram de tudo para censurar temas homoafetivos das HQs por décadas. E apesar desses temas terem sido sufocados, as especulações sobre a sexualidade do Robin nunca parou.

Por fim, a editora destacou o vasto retrospecto de Tim Drake nas HQs e celebra o fato de que foi justamente um personagem tão robusto a ter sua bissexualidade assumida.

Poderia ser qualquer Robin, mas particularmente um Robin com história, legado e décadas de leituras com aspectos da comunidade LGBT+, recebeu a permissão de ser o ícone LGBT+ que sempre foi.

No Brasil, os quadrinhos da DC são publicados pela Panini. Por enquanto, Batman: Urban Legends ainda não tem previsão de lançamento por aqui.