Pokémon GO: Policiais são demitidos por jogar e ignorar ocorrência

Fernando Giovanetti  - 13 de janeiro 2022 ás 09h46

Segundo publicado pela Vice, dois policiais de Los Angeles foram demitidos após ignorarem uma ocorrência de assalto a um shopping para capturar um Snorlax em Pokémon GO. O caso aconteceu em 2017 e só agora foi concluído.

O site, que teve acesso aos documentos sobre o caso, apontou que Louis Lozano e Eric Mitchell perderam seus empregos por “abdicarem deliberadamente de seu dever de ajudar um comandante contra um assalto em andamento e jogar um jogo de Pokémon para celular enquanto estavam em serviço.”

Nos documentos, ainda constam os registros de uma conversa da dupla ignorando as ordens superiores para atender a ocorrência, enquanto focavam na estratégia para capturar o monstrinho dorminhoco:

“Pelos aproximados 20 minutos seguintes, o DICVS capturou [Mitchell e Lozano] discutindo Pokémon enquanto eles dirigiam para diferentes lugares onde as criaturas virtuais aparentemente apareciam nos celulares deles”, consta nos documentos citados. “No caminho para o lugar do Snorlax, o Oficial Mitchell avisou o Oficial Lozano que um Togetic havia surgido.”

Em sua defesa, os policiais disseram que estavam apenas capturando imagens e que o game era um “evento de redes sociais” e não “vendido como um jogo”.

O caso foi encerrado em 7 de janeiro deste ano, quando Mitchell e Lozano perderam o apelo à corte.