Nintendo não tem interesse em adquirir novos estúdios, diz presidente

Fernando Giovanetti  - 07 de fevereiro 2022 ás 12h30

Conforme noticiou a Bloomberg, o presidente da Nintendo, Shuntaro Furukawa, realizou uma reunião com investidores e comentou sobre o boom de aquisições que vive a indústria de games. Mas, segundo ele, a Big N não tem interesse em ir ao mercado, neste momento.

Desta forma, o principal objetivo da companhia é investir nos talentos internos. Veja abaixo a declaração de Furukawa:

“Nintendo sempre será Nintendo. A empresa sempre confiou em jogos first-party, e não vejo razão para que haja mudanças. Nossa marca foi construída com produtos criados com dedicação por nossos funcionários e um grande número de pessoas que não possuem o DNA da Nintendo em nosso grupo não seria uma vantagem para a empresa.”

Vale lembrar que 2022 começou quente para as grandes empresas do segmento. Em 10 de janeiro foi anunciada a compra da Zynga, pela Take-Two Interactive, pelo valor de US$ 12,7 bilhões.

Pouco mais de uma semana depois, no dia 18, a Microsoft anunciou a compra da Activision Blizzard por US$ 68,7 bilhões, que gerou uma repercussão tão grande no mercado, como a queda das ações da Sony. Por conta disso, a negociação passou a ser tratada por uma Comissão Federal de Comércio americana.

E já em 31 de janeiro, foi a vez da Sony ir às compras, e adquirir a Bungie pela bagatela de US$ 3,6 bilhões.