Listão: 13 momentos inesquecíveis da saga Harry Potter no cinema

Denis Le Senechal Klimiuc  - 06 de janeiro 2022 ás 12h00

J.K. Rowling conseguiu mesmo uma façanha. Ainda que suas últimas obras não tenham conseguido o status de ícones, é mesmo a saga dos sete livros girando ao redor de Harry Potter que marcou sua vida como escritora até então. Lançado em 1997, o primeiro livro foi adaptado ao cinema em 2001 e, de lá para cá, muita coisa mudou na cultura pop justamente por conta do mundo da magia aqui apresentado.

Pois, para quem viveu a infância na década de 1990 e no início dos anos 2000, sabe muito bem que o cenário geek era um terror em ascensão. Quem gostasse de Harry Potter, animes, quadrinhos ou afins ainda era o nerd à esquerda, o excluído que não tinha amigos. Pois acredite: J.K. Rowling é uma das responsáveis por tornar o universo geek a potência que é hoje em dia.

Afinal, Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001) foi um dos filmes mais vistos de todos os tempos por anos, e hoje grande parte das maiores bilheterias do cinema são filmes que abraçam o universo geek, e que devem muito à fantasia que apresentou ao mundo a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Nada mais justo, então, do que trazer os momentos icônicos desses dez anos de filmes de Harry Potter, que não só mudaram o cenário geek, como também empoderaram o diferente, o oprimido e o considerado mais fraco. Eis uma prova de que estereótipos só servem para atrapalhar.

Com a importância da criação de J.K. Rowling na cabeça, você vai mergulhar em 13 momentos inesquecíveis da saga Harry Potter no cinema e como eles fizeram a diferença para cada filme.

Vamos à lista!

1. O primeiro contato de Harry com Hagrid

Reprodução/Warner Bros.

Quando Hagrid visita Harry na ilhota na qual os Dursley decidiram escondê-lo, por conta da quantidade de cartas de Hogwarts que estavam chegando, é o momento definitivo em que há a famosa chamada do herói à ação. Ali, um novo mundo estava sendo apresentado ao protagonista, e cabia a ele, no alto de seus recém-completados 11 anos, decidir se abraçaria aquela possibilidade ou não.

Além disso, apesar de ter sido apresentado nos primeiros minutos deste Harry Potter e a Pedra Filosofal, essa foi a oportunidade para o espectador conhecer o meio-gigante que se tornaria uma das figuras mais queridas de todos os filmes.

2. O Beco Diagonal e a compra da varinha

Reprodução/Warner Bros.

Quando Harry e Hagrid chegam a Londres, eles entram em um pub escuro e escondido chamado Caldeirão Furado. Ao sair pela portinhola dos fundos, Hagrid toca um muro de tijolos com seu guarda-chuva rosa e, pronto, ali está a porta para o mundo da magia que Harry (e o espectador) estava curioso para conhecer.

O Beco Diagonal se faz, literalmente, diante dos dois, e um apanhado de loja de todos os tamanhos e cores toma conta da visão do jovem bruxo. Vassouras mágicas, livros de magia, animais fantásticos, instrumentos para as aulas, objetos misteriosos e vendedores ambulantes em uma ruela lotada de bruxos de todas as idades, sobretudo os jovens acompanhados por seus responsáveis, na expectativa de começarem suas aulas em Hogwarts.

3. A chegada a Hogwarts

Listão: 13 momentos inesquecíveis da saga Harry Potter no cinema
Reprodução/Warner Bros.

Aliás, é a chegada a Hogwarts outro momento mágico para o espectador de Harry Potter. Após a aventura em King´s Cross, para descobrir a plataforma 9 ½, Harry conhece Rony e Hermione no trem, além de Neville, e chega ao final do percurso enquanto o grandalhão Hagrid aguarda todos os alunos. Como de praxe, os primeiranistas vão de barquinhos para o castelo, e a visão é simplesmente magnífica.

4. O duelo contra Draco Malfoy

Reprodução/Warner Bros.

Em Harry Potter e a Câmara Secreta (2002), o protagonista e seu inimigo, Draco Malfoy, já estão em pé de guerra. Então, nada melhor do que a atrapalhada aula do espalhafatoso Gilderoy Lockhart, junto de Severo Snape, para ensinar alguns feitiços de duelo para os segundanistas. É claro que foi a desculpa perfeita para colocar os dois jovens um contra o outro.

O problema disso tudo é que a cena, divertida e tensa, também é a desculpa perfeita para apresentar uma das habilidades escondidas de Harry – que nem ele sabia que tinha: a ofidioglossia, ou melhor, a língua das cobras.

Naquele cenário tenso em que diversos personagens foram petrificados pelos corredores de Hogwarts, ter algo em comum com Salazar Slytherin, o criador da casa Sonserina, não era nada agradável.

5. A descoberta da Câmara Secreta

Listão: 13 momentos inesquecíveis da saga Harry Potter no cinema
Reprodução/Warner Bros.

Também no filme de 2002, existe uma cena que muda completamente a atmosfera do que viria dali em diante: a descoberta da Câmara Secreta, e a permanência da morte no entorno de Harry, que cresceu e viveu com a sensação de que ela está à espreita o tempo inteiro.

Aqui, em meio às ossadas que o Basilisco deixou por seu caminho, e por conta do diário de Tom Riddle, é como se o espectador fosse apresentado ao lado obscuro da magia, e que, a partir deste filme, a infância começaria a ser abandonada de vez, assim como os feitiços mais ingênuos.

6. A apresentação do Bicuço

Reprodução/Warner Bros.

O terceiro filme foi um marco importante na saga, pois a troca de direção (sai Chris Columbus, entra Alfonso Cuarón) fez toda a diferença para a atmosfera deste Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (2004), cuja história gira em torno do até então assassino Sirius Black, e que tem, na figura do Hipogrifo Bicuço, uma importante peça para o desfecho da história.

Porém, a cena de apresentação do animal, em um exercício de liberdade poética do diretor, traz uma cena bastante icônica, que representa o voo de Harry rumo às descobertas adolescentes, e a espetacular trilha sonora de John Williams, que acompanha o momento de aventura, dá o tom perfeito.

Conheça a coleção Harry Potter na Piticas!

7. A proteção de Snape contra o lobisomem

Listão: 13 momentos inesquecíveis da saga Harry Potter no cinema
Reprodução/Warner Bros.

No final do terceiro filme, Snape surge, no encalço de Harry, Rony e Hermione, em meio às descobertas que ligam o Salgueiro Lutador, em Hogwarts, à Casa do Grito, em Hogsmeade. Porém, é o ato de proteção do professor de Poções, tão simbólico, que dita um easter egg do que o espectador encontrará no desfecho da saga.

8. A apresentação do Cálice de Fogo

Reprodução/Warner Bros.

Harry Potter e o Cálice de Fogo (2005) conta com Mike Newell na direção, e, mais uma vez, uma mudança de atmosfera, o que causa o alvoroço em Hogwarts com a chegada do Torneio Tribruxo, entre três escolas de magia e bruxaria da Europa.

Porém, não só a atmosfera do filme muda, como também a apresentação do Cálice de Fogo em si, pois indica que os bruxos estão crescendo, que novos perigos ficam à espreita, e que, a partir dali, Hogwarts não será mais a mesma. E é claro que tudo se complica quando o nome de Harry sai de dentro do Cálice.

9. Armada de Dumbledore

Listão: 13 momentos inesquecíveis da saga Harry Potter no cinema
Reprodução/Warner Bros.

São muitas as cenas icônicas de Harry Potter e a Ordem da Fênix (2007), porém, é notável como David Yates, que assumiria não só a direção deste, como dos demais filmes da franquia, conseguiu transferir a atmosfera do livro para as telas, nas cenas em que o grupo que se intitula Armada de Dumbledore se reúne.

Ali, é possível notar a tensão por conta das ameaças que o Ministério da Magia está apontando a Hogwarts, além da figura inescrupulosa de Dolores Umbridge, dos romances adolescentes, do iminente embate entre Dumbledore e Voldemort e da sensação de urgência e de perda que o final do filme traz.

10. A despedida de Aragogue

Reprodução/Warner Bros.

A cena em que Hagrid, o professor Slughorn e Harry se despedem de Aragogue marca, simbolicamente, diversas etapas concluídas do mundo mágico criado por J.K. Rowling. Por exemplo: Aragogue significava o equilíbrio entre o mundo bruxo e o mundo dos animais fantásticos, ao menos naquele microuniverso de Hogwarts, o que não acontece mais dali em diante.

Além disso, a despedida é apenas o prelúdio do que está por vir, algo que este Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2009) constrói de forma magistral, sobretudo pelo clima de constante tensão e melancolia.

11. A busca pelas Horcruxes

Listão: 13 momentos inesquecíveis da saga Harry Potter no cinema
Reprodução/Warner Bros.

A busca pelas Horcruxes, artefatos mágicos das artes das trevas que representam pedaços da alma de Tom Riddle, ou Voldemort, é a premissa para que o último livro da franquia tivesse sido dividido em dois filmes, o que funcionou muito bem e que, aqui em Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 (2010), faz com que o espectador esteja dentro de um mundo vasto, solitário e sem muita esperança, algo bastante parecido com a vida inteira de Harry.

12. A tomada do Ministério da Magia

Reprodução/Warner Bros.

A tomada do Ministério da Magia representa, também, o fim da democracia e o início de uma era fascista, como J.K. Rowling muito bem ilustrou e construiu em seus livros, e que ganhou tonalidades corretamente políticas do quinto filme em diante.

Por isso, o que antes era um novo mundo, ainda que burocrático, tomado por mágicas instantâneas para fazer o sistema bruxo inglês funcionar, agora, quando Harry, Rony e Hermione invadem o Ministério, sob efeito da Poção Polissuco, mais parece um quartel general à lá Mussolini ou Hitler.

13. O duelo mortal contra Voldemort

Listão: 13 momentos inesquecíveis da saga Harry Potter no cinema
Reprodução/Warner Bros.

O embate de Harry e Voldemort em Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 (2011) é naturalmente emblemática, já que o espectador aguardava por esse momento desde 2001, no primeiro filme, e que foi ganhando expectativa com o passar dos anos.

Por isso, a emoção de assistir a tudo sendo concluído com o desvanecer do Lorde das Trevas é um alívio e tanto para os personagens, mas o início da despedida para o espectador, que passou dez anos acompanhando tudo, e vibrando com o lado fã à flor da pele.