Jogador Danilo Avelar é exposto após fala racista em partida de CS:GO

Fernando Giovanetti  - 24 de junho 2021 ás 19h00

O zagueiro do Corinthians, Danilo Avelar, se envolveu em um caso de racismo durante uma partida de CS:GO. O jogador, que é fã assumido do FPS, usou o termo “fih (sic) de uma rapariga preta” ao se referir a outro jogador.

Em nota, publicada em seu Twitter, o jogador admitiu o erro e tentou se desculpar publicamente pelo ocorrido, dizendo que estava “de cabeça quente” por ter sido ofendido primeiro.

Antes disso, Danilo ainda alterou o usuário e nickname de sua conta impedindo que seja reportado, mas a Coliseus.gg, uma plataforma que permite aos jogadores encontrarem players do mesmo nível, baniu o jogador, junto do argentino “Zetta”.

Devido ao ocorrido, diversos torcedores pediram a demissão do atleta nas redes sociais. Dentre eles, a principal torcida organizada do país, Gaviões da Fiel. A página Falando de Alvinegro, ainda publicou o imagens da conversa.

Nas redes sociais, o Corinthians publicou que está em contato com o jogador para discutir os termos para o encerramento do vínculo, uma vez que não pode ser considerado demissão por justa causa enquanto o jogador não for condenado judicialmente, e a rescisão contratual nos termos atuais gerariam multa para o alvinegro.

Na seqüência, o clube ainda repudiou a ação, que não é coerente com a história da instituição, que já se manifestou publicamente em defesa da igualdade racial e de gênero, contra a xenofobia, e a favor da democracia.

Danilo Avelar é sócio da Bears e-Sport, organização que foi apresentada em janeiro de 2021, com nomes como mawth, tifa e o técnico Kaos (todos ex-Vivo Keyd) na line de CS:GO desta temporada.