Deixaram a desejar: os animes que os otakus odeiam

Tiago Minervino  - 10 de maio 2021 ás 13h59

Quando o assunto é animes, alguns são unanimidades em quesito de popularidade e boa receptividade entre os otakus, dentre os quais podem ser citados Dragon Ball, Naruto e Os Cavaleiros do Zodíaco.

No entanto, como nem tudo são flores, nem todo fã aprecia, necessariamente, tudo aquilo que vem da cultura nipônica e, em alguns casos, algumas produções são, de fato, detestadas pela maioria do público que consome produtos do gênero — inclusive em seu próprio país de origem.

Abaixo, confira produções de mangás que acabaram fracassando, seja em seu formato físico ou mesmo na adaptação para o audiovisual. Vale notar que o critério utilizado para aferir a “rejeição” a esses animes deve-se à baixa audiência quando estes foram ao ar na TV ou à comercialização das revistas.

Fonte: Reprodução

Shin Sekai Yori

Conto distópico que traz como cerne um intrigante mistério atrelado a questões sociais, o anime Shin Sekai Yori, que foi bem recebido pelos críticos, não encontrou respaldo entre os telespectadores de animes.

Fonte: Reprodução

Watashi ga Motenai no wa dō Kangaetemo Omaera ga Warui!

Considerado um anime bastante controverso, WataMote, como também é conhecido, se tornou alvo de críticas por abordar temas complexos e de bastante relevância na sociedade, como doenças mentais, de maneira pouco aprofundada, chegando, inclusive, a ser acusado de menosprezar tais moléstias.

No Japão, país com alto índice de pessoas acometidas pela depressão, WataMote foi considerado um verdadeiro fracasso de audiência, embora a trama tenha obtido um pouco mais de sucesso entre o público norte-americano.

Fonte: Reprodução

Bleach

Aqui tem-se o caso de um anime que começou em alta, mas terminou em baixa, seja na venda dos quadrinhos físicos ou mesmo na receptividade dos telespectadores. Para muitos, Bleach passou de lenda a piada.

Em enquetes de popularidades, a animação teve que lidar com resultados abaixo do esperado e, com a fuga do público, o autor Tite Kubo precisou finalizar a obra, mesmo com vários tópicos ainda em aberto. Na TV, o anime foi cancelado sem ter sequer um desfecho.

Fonte: Reprodução

Serial Experiments Lain

Mais um exemplo de anime que fracassou no Japão, mas fez sucesso nos Estados Unidos, Serial Experiment Lain é uma espécie de conto sobre uma garota que é arrastada para um mundo permeado por conspirações.

Curiosamente, o anime tinha como principal foco de crítica o imperialismo estadunidense e chegou a ser definido por seu criador, Yasuki Ueda, como parte de uma “guerra cultural contra a cultura americana” e os atritos travados entre os dois países por causa dos conflitos gerados durante o desenrolar da Segunda Guerra Mundial.

Aqui, vale ressaltar que, durante esse conflito, que durou entre os anos de 1939 a 1945, o Japão ficou do lado da Alemanha nazista, enquanto os EUA era um dos Aliados contra as forças do genocida Adolf Hitler. Os dois países travaram suas batalhas particulares, tendo como destaques o ataque japonês a Pearl Harbor, em solo americano; por outro lado, já no final da Grande Guerra, os norte-americanos chocaram o mundo ao explodirem duas bombas atômicas nas cidades de Hiroshima e Nagasaki.