Colaboradores da Activision Blizzard pedem a saída de Bobby Kotick

Fernando Giovanetti  - 23 de novembro 2021 ás 11h00

Após ser criticado pelos presidentes da Xbox e da PlayStation, agora é a vez dos funcionários da Activision Blizzard de manifestar, novamente, descontentamento com o CEO da companhia, Bobby Kotick.

Por meio de diversas petições, os colaboradores pedem a saída do executivo, devido a sua postura passiva diante dos casos de assédio dentro da companhia, conforme relatou o The Wall Street Journal, indicando que Kotick sabia do que se passava e nada fez para coibir.

Uma das petições já conta com a assinatura de mais de 1780 assinaturas, até o fechamento desta matéria.

Não temos mais confiança na liderança de Bobby Kotick como CEO da Activision Blizzard (…). Pedimos que ele renuncie, e que os acionistas possam escolher um novo diretor, sem a participação de Kotick, que sabemos que possui uma parte substancial do direito de voto dos acionistas.

Além disso, já há algum tempo, movimentos dentro da empresa estão criando petições abertas, para forçar a opinião pública sobre Kotick.

Nesta semana, ainda houve protestos por parte dos colaboradores, e segundo o Polygon, acionistas também pedem a saída do CEO junto com outros nomes da diretoria, como Brian Kelly e Robert Morgado, em 31 de  dezembro. Vale ressaltar que as ações da companhia vêm caindo exponencialmente desde a matéria do The Wall Street Journal.

Em contrapartida, o conselho administrativo continua apoiando o atual CEO.