Blockbuster pode voltar ao mercado como serviço de streaming

Tiago Minervino  - 03 de janeiro 2022 ás 16h34

Décadas antes do surgimento das plataformas de streamings, os fãs de cinemas precisavam ir às locadoras para alugar um filme e assistir no conforto do lá. Dentro desse cenário, a Blockbuster era a preferida dos cinéfilos e não demorou em se tornar uma marca icônica mundialmente. No entanto, em meados dos anos 2000 a empresa sucumbiu à tecnologia e perdeu espaço no mercado.

Agora, porém, a marca pode incorporar os mesmos recursos tecnológicos que outrora a fizeram falir para ressurgir no mercado digital (via Cointelegraph).

Isso porque organizações autônomas descentralizadas [DAO, da sigla em inglês], grupos representados por regras codificadas na forma de software em uma blockchain, querem ressuscitar a empresa, agora como uma plataforma de streaming — o perfil no Twitter com a iniciativa já contabiliza mais de 11 mil seguidores.

A ideia é conseguir desenvolver a BlockbusterDAO no cenário de NFTs e fazer uso dos recursos para restabelecer a companhia no mercado. As organizações autônomas querem angariar a quantia de US$ 5 milhões para ter direito sobre a marca, que atualmente pertence à Dish Network. Até o momento, não foi informado o valor arrecadado — leia mais sobre a falência da Blockbuster e como a Netflix se beneficiou disso.