Ben Affleck: ‘Não estava feliz como Batman e Liga da Justiça foi horrível’

Tiago Minervino  - 13 de janeiro 2022 ás 10h04

O ator Ben Affleck deu vida ao Homem-Morcego em vários filmes live-action da DC Comics produzidos em parceria com a Warner Bros., mas, segundo o famoso, sua experiência como um dos super-heróis mais famosos do mundo não foi sempre das mais agradáveis.

Em entrevista à Entertainment Weekly, conduzida por Matt Damon, Affleck revelou que sua decisão de abandonar definitivamente o Batman surgiu após uma conversa com o ator no set de filmagens de O Último Duelo, longa dirigido por Ridley Scott em que contracenaram juntos.

Na entrevista ao amigo, Ben admitiu que não estava se sentindo “feliz” ao interpretar o Bruce Wayne e que “não gostava de estar lá”, ou seja, fazer parte do DCEU, por não considerar “interessante”.

“Na verdade, eu falei com você sobre isso e você foi minha principal influência na decisão [de largar o Batman]”, iniciou. “Quero fazer coisas que me deixem feliz. Aí fizemos O Último Duelo e me diverti todos os dias naquele filme. Eu não era o astro, não era legal. Eu não era nada do que achei que deveria ser quando comecei e ainda assim foi uma experiência maravilhosa”, completou, referindo-se ao seu trabalho no longa-metragem de Scott, lançado no ano passado.

Nos últimos dias, Ben Affleck virou notícia constante na imprensa por suas declarações sobre o Homem-Morcego e as produções da DC Comics, principalmente ao afirmar que gravar Liga da Justiça (2017) foi “horrível” e o “pior momento” de sua carreira.

Conheça a coleção Batman na Piticas!

Ao Los Angeles Times, o astro atribuiu esse sentimento ao fato de passar por problemas pessoais durante as gravações do filme, como o fim de seu casamento com a atriz Jennifer Garner, e a saída do diretor Zack Snyder, que deixou o projeto após sua filha cometer suicídio — no lugar do cineasta, assumiu o diretor Joss Whedon, que entrou em atrito com o elenco e desagradou os fãs com o produto final entregue nos cinemas.

“Sinceramente, para mim gravar Liga da Justiça foi o fundo do poço. Trata-se de uma experiência ruim devido a junção de diversos fatores: Minha vida pessoal, com o divórcio, estar longe o tempo todo, as agendas conflitantes, e então a tragédia na vida pessoal de Zack. Aí veio as regravações. Foi só a pior experiência. Foi horrível. Foi tudo que eu não gostava. Esse foi o momento em que eu disse ‘basta’! Nem foi sobre Liga da Justiça ser ruim, porque poderia ter sido qualquer coisa”, afirmou.

Antes de se despedir oficialmente de Bruce Wayne, Ben Affleck retornará aos cinemas como Batman pela última vez em The Flash, filme solo do velocista estrelado por Ezra Miller. Ao Herald Sun, ele contou que além de marcar sua despedida do personagem, o longa também traz as suas melhores cenas como intérprete do herói.

“Eu nunca disse isso – é inédito – mas talvez minhas cenas favoritas como Batman, e minha interpretação favorita do Batman, seja a que fiz para o filme do Flash. Espero que eles mantenham a integridade do que fizemos, porque acho que foi incrível e realmente interessante – diferente, mas não de uma forma que não faz sentido com o personagem. Quem é que sabe? Talvez eles decidam que não funciona, mas quando eu fui e fiz, foi realmente divertido, satisfatório e encorajador. Então pensei: ‘Hey, acho que finalmente entendi'”, contou.

Ben Affleck deu vida ao Homem-Morcego em produções como Batman vs Superman, Esquadrão Suicida e Liga da Justiça — nas versões de Joss Whedon e na de Zack Snyder, todas disponíveis no streaming do HBO Max.