59% das mulheres escondem gênero em jogos, diz pesquisa

Tiago Minervino  - 21 de maio 2021 ás 10h51

Uma pesquisa encomendada pela Lenovo à agência Reach3 revelou que 59% das mulheres escondem a identidade de gênero e se passam por pessoas do sexo masculino a fim de evitar assédio.

O estudo (via PC Gamer) ouviu a opinião de 900 jogadoras nos Estados Unidos, na Alemanha e na China sobre assuntos que vão desde a discriminação até o assédio ao qual elas estão submetidas no universo dos jogos eletrônicos, ainda bastante marcado pela misoginia e pouco espaço à diversidade.

Ainda segundo o estudo da Lenovo, 70% das mulheres se queixam de terem seus desempenhos questionados por jogadores masculinos, enquanto 65% relataram que são acusadas de estarem em um ambiente que não é propício para mulheres.

Para mitigar esse problema, o estudo apontou que as entrevistadas acreditam que as empresas de games devem investir mais na publicidade inclusiva, visando o combate a esse tipo de comportamento tóxico, bem como conceder maior espaço para equipes femininas em competições de alto nível.